quinta, 22 de fevereiro de 2018
Câmara aprova Moção de Aplausos a manifestantes contrários às reformas
19 de maio de 2017



A Câmara aprovou, na segunda-feira (15), a Moção de Aplausos nº 13/2017, ao Sincomércio, Sindicato dos Motoristas, Sindicato dos Funcionários da Saúde, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jales e Região, Sintaema, Apeoesp e Associação dos Funcionários do Judiciário pela participação e organização da manifestação em Jales, contra as reformas trabalhistas e previdenciárias em tramitação no Congresso Nacional.
A manifestação foi realizada no dia 28 de abril, dia da Greve Geral no Brasil, e reuniu trabalhadores por todo país.  
Na homenagem, o vereador Luís Fernando Rosalino (PT), autor da Moção, explicou que o atual governo pretende impor medidas que retiram direitos dos trabalhadores em benefício dos que aumentarão ainda mais seus lucros. Caso as reformas sejam aprovadas, haverá aumento da pobreza, desigualdade e do sofrimento de idosos. 
Com a manifestação, os sindicatos e associações de Jales deram oportunidade à população de expressar nas ruas sua discordância com as reformas. 
“Essa reforma nada mais é do que uma forma de recuperar a lucratividade do patrão que não investe em novos maquinários, em gestão, em qualificação. Essa Moção de Aplausos, para mim tem esse significado, é a luta popular contra reformas que não visam o trabalhador”, completou Rosalino.
Os vereadores Adalberto Francisco de Oliveira – Chico do Cartório (PMDB), Bismark Kuwakino (PSDB), Claudecir dos Santos – Tupete (DEM), Fábio Kazuto (PSB), João Zanetoni (PSB), Nivaldo Batista – Tiquinho (PSD), Vanderley Vieira – Deley (PPS) e Vagner Selis – Pintinho (PRB) também