domingo, 25 de fevereiro de 2018
Vereador Tiago Abra cobra informações sobre georreferenciamento
05 de dezembro de 2017


A Prefeitura Municipal realizou o georreferenciamento em imóveis do município com o objetivo de atualizar os valores de IPTU, de acordo com as áreas efetivamente construídas. 
Muitos moradores ficaram surpresos ao receberem as notificações comunicando os valores adicionais que serão cobrados no IPTU, devido a reformas e ampliações que foram realizadas em suas residências. 
O vereador Tiago Abra (PP), durante Sessão Ordinária (4) explicou algumas das reclamações dos moradores: “Na maioria das casas está havendo diferenças entre o que foi medido por um drone, que é uma foto aérea, e o que foi medido pela equipe, que vai à casa das pessoas”.
No requerimento encaminhado à Prefeitura, Abra questionou se todos os munícipes que terão seus IPTUs reajustados foram notificados, por que não há uma equipe grande para ir às casas verificar a procedência das reclamações e se o munícipe que não reclamar a diferença, entre a área construída e a medição, terá que pagar o valor integral.
O vereador também pediu informações sobre o aparelho utilizado para realizar o georreferenciamento, qual quantia financeira será arrecadada sobre o valor geral após o georreferenciamento, além de outras indagações sobre o assunto.
O vereador Vanderley Vieira – Deley (PPS) justificou a necessidade do georreferenciamento: “Esse prefeito está querendo regularizar [as medições]. Não é justo o cidadão que aumentou a sua casa há 20 anos não ir à Prefeitura regularizar. Quem tiver dúvidas, é só procurar a Prefeitura”.
O requerimento foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Poder Executivo, que tem até 15 dias úteis para enviar resposta ao Legislativo. Todos os requerimentos e suas respostas ficam disponíveis ao público no site da Câmara Municipal (www.jales.sp.leg.br).